Sem desculpas!

Foto que mostra um amputado congênito dos quadro membros fazendo um exercício nas argolas: noexcusescrossfit.com

 

 

Muito bem, meus caros leitores! É com muita alegria que eu ressuscito este blog e me desculpo por tanto tempo sem colocar um notícia, mas é que entrei num estado de ação automática e os afazeres me tomaram um tempo, que o tempo livre que eu tinha eu só queria mesmo era pensar em descansar. Nem meus filmes que eu tanto amo assistir estou conseguindo porque o sono me pega de jeito e eu não resisto ao seu aconchego. Muito triste.

Mas hoje foi diferente! Hoje eu acordei às 5:57 da manhã, sem necessidade, obviamente, porque é sábado, e sábado eu posso me dar ao luxo de acordar às 6:30! hehe! Porém aconteceu de eu acordar e o sono tão aconchegante não me seduzir com seus encantos dos sonhos malucos que a gente costuma ter, me deixando acordadinha olhando para o tempo, daí me bateu uns pensamentos e resolvi vir aqui compartilhar com vocês…

Eu como Educadora física, sem CREF ainda hehe!, e amante da qualquer prática que utilize o movimento do corpo para se movimentar – pelo simples fato de que temos corpo para utilizá-lo e não para o contrário, nos poupar de tudo e qualquer esforço, que é para onde modernidade nos está encaminhando, coitados- venho treinando com um grupo de professores desde que fiz aquele curso de férias, lembram? Bom, eu fiquei louca por aquele treinamento e desde então estou adepta viciada confessa. Uma maravilha! hahaha!

Quanto terminei o curso e comecei a treinar, mostrei para tudo que é gente próxima de mim o método e umas amigas minhas resolveram aderir a esse treino. Achei ótimo, porque assim eu poderia testar umas aulas baseados tanto nesse método quanto de outras modalidades e treinos diversos que eu vim aprendendo. Bom, era um teste, que eu acredito que está sendo ótimo, consigo ver a progressão delas de uma forma bem natural.

Mas eu não queria me atentar à elas e ponto. O que acontece é que até elas encontrarem uma atividade que lhes dessem prazer, bem-estar e enfim, elas gostassem, certamente passaram por várias vivências para encontrar uma que realmente lhes interessasse, seja pelo fato de estarem fazendo juntas, ou ser uma amiga que lhes dá a aula, mas conseguiram encontrar algo que lhes motivasse a ir, fazer.

Aconteceu com elas diferente do que costuma acontecer com a maioria das pessoas que não faz atividade física alguma. Eu sinceramente não sei como alguém consegue passar a sua vida inteira sem fazer nada. Sério não faz sentido algum para mim. Eu não sei se é porque não querem se render ao mercado que visa que vocês seja magra(o) e bonita(o) e bem vestida(o), mas a atividade física, seja ela qual for é o que há de mais natural para o corpo humano, ou então seríamos apenas amebas ou seres sem braço ou perna ou músculos: uma pedra! E a atividade física carrega um peso de chatice, obrigação, quando deveria ser a coisa mais natural do mundo!

Eu vou tentar me expressar melhor, ontem quando estive em um clube substituindo uma professora, tinha uma mulher ao meu lado fumando. Ela estava observando o filho nadar e obviamente esperando a aula acabar. Daí eu puxei um papo e perguntei à ela quando que ela ia começar a nadar, porque aí ela não ia precisar esperar o filho, ela ia estar nadando também, e então quando ele acabasse ela também teria acabado e pronto, nada de esperas. Foi apenas uma ideia! Eu não estava dizendo a ela que ela DEVERIA NADAR. Então ela me disse que antes teria que parar de fumar para então iniciar a natação, que ela já tinha pensado nisso, mas estava ESPERANDO PARAR DE FUMAR para iniciar uma prática qualquer, fosse ela natação ou outra. ok, esse foi o exemplo 1. Exemplo 2: meu irmão veio ontem aqui em casa almoçar e convidei para ir assistir um treino nosso lá na Master Studio, ele topou e foi comigo, conheceu todo mundo e depois de ter assistido um pouco o treino foi embora. quando eu cheguei em casa e perguntei para ele se ele não gostaria de ir um dia ele disse “vix eu sou muito travado, não dá para fazer aquelas coisas…”. Exemplo 3: final de semana passado foi uma colega de uma professora treinar com a gente e no final ela disse que não ficaria indo aos treinos com a gente porque ela precisava ter mais condicionamento e aí sim ela iria.

Reflexão: COMO alguém pode ter mobilidade se não faz nada? COMO alguém pode ter condicionamento físico se não se exercita? COMO a pessoa espera parar de fumar para iniciar uma atividade?? Ninguém cria nada disso, a gente resolve que pára e pára, ou então inicia a atividade fumando mesmo. Aí sim, durante a atividade verá que o cigarro atrapalha o rendimento e sem ele é possível dar uma consistência mais eficiente ao exercício. Tá bom de a gente começar a entender que quem consegue fazer coisas, não são pessoas sortudas, são pessoas que treinaram para conseguir fazer aquilo. Ficar esperando as coisas acontecerem não nos acrescenta em nada. Mas se tirarmos nosso bumbum da cadeira e procurar uma atividade que lhes dê prazer em fazer, os resultados serão só consequência de uma rotina que vocês estabeleceu para si, e quem faz sabe, é humor que melhora, aquele peso de subir um lance de escadas que não existe mais, a indisposição que tínha de andar um quarteirão para ir na padaria comprar pão diminui, e quando você pára por algum motivo de fazer os exercícios, você sente falta e pede mais.

Não espere, aja!


2 respostas para “Sem desculpas!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: