III Caminhada Louis Braille – Sesc ativo

Foto ilustrando várias pessoas que participaram do evento caminhando pela avenida beira-mar de FortalezaOlá! Hoje pela manhã eu me sentei na frente do computador disposta a fazer um post sobre como o cuidado exagerado das mães e pais às vezes pode atrapalhar no desenvolvimento das habilidades motoras da pessoa com deficiência.

Cegos caminhando juntos, se guiando com a bengala

Entretando esse post vai ficar para depois. Eu tive a idéia de ligar para a minha amiga Marília que trabalha no SESC com natação adaptada para saber se eu poderia ir lá amanhã pela manhã dá uma olhada nas atividades que acontecem lá. Só que assim que eu falei com ela, ela estava na Beira Mar em uma caminhada em homenagem a Louis Braille, O Cara que inventou aquela combinação de pontinhos milagrosas e conectou os cegos ao mundo! Peguei minhas coisas e fui correndo pedalando para lá!

Palavras de Louis Braille ao pai: “sem livros o cego não pode aprender”. E ele apenas não falou, mas fez acontecer! E é por isso que ele é O Cara e Hoje é o aniversário dele. Parabéns, Louis Braille!

pessoa com deficiência física também participando da caminhada

Nosso querido São Pedro ajudou e desviou a chuva que estava vindo em nossa direção e ainda poupou a gente daquele solzinho poderoso de 9 horas da manhã.

foto tirada debaixo para cima, pegando os passos das pessoas durante a caminhada

 A caminhada foi ótima, mas na minha opinião poderia ter mais gente participando. Deveria ter umas 200 ou 300 pessoas, mas a eu acho que deveria ter uma repercussão maior, apesar que foi na Beira Mar e isso já um ótimo indicativo de que vai chamar atenção, por sempre ter muita gente lá e tinha imprensa e tudo mais.

Pessoa com deficiênca intelectual pousando sorrindo para a câmera

Tinha não só cegos, como também pessoas com deficiência intelectual e física acompanhando. O calçadão tava seguro e posso afirmar isso por que eu sou uma garota e estava com bicicleta em mãos porque não encontrei a tranca e uma câmera batendo milhares de fotos e não vi nem sinal de nenhuma ameaça.

Ok,  durante a caminhada, havia um carro acompanhando as pessoas com um alto falante, que se alguém de alguma instituição quisesse falar sobre conscientização ou algo do tipo poderia ir lá soltar o gogó.

Eles falaram sobre várias coisas que são muito importantes!

A respeiro de cardápios de restaurantes em braille. Sério, se vocês forem pensar em tudo que o cego deixa de saber pelo fato de ninguém se importar com isso.. são muitas! Imagine só as coisas mais básicas: Preços de coisas em lojas e shopping, acesso a páginas na internet, à livros da faculdade, sei lá, imagina um livro de… psicologia, física, química em braille… além de romances clássicos, livro eróticos, revistas, jornais, cardápios, relógios, panfletos que são distribuídos na rua, cartões (de crédito, de visita, de empresas), convites, contrato de bancos para abertura de contas, papeis de cobrança de fatura de cartão de crédito, correspondências em geral, aparelhos eletrodomésticos, pracinhas e calçadas com referencia para a bengala e por aí vai! Pense nisso!

foto que aparece um cego fazendo massagem em uma cadeira própria durante o evento

Continuando: Assim eu que eu cheguei na caminhada recebi uma blusa do evento, o que eu acho ótimo! Dá pra ver que todo mundo tá igual. Além de um panfletinho com informações sobre o Louis Braille e o que ele fez e o porque daquela caminhada além de dizer quem estava organizando, que era o SESC ativo.

Ao final todo mundo teve direito a lanchinho e bandinha de forró ao vivo tocando pra sacudir o esqueleto. Logo aqui embaixo tem dois vídeos que eu gravei da caminhada para ter uma idéia de quantas pessoas tinha e do povo dançando o forrozão na quadra da beira-mar comendo um lanche reforçado! Detalhe, ainda tinha direito a uma fast massage que quem fazia? os próprios deficientes visuais/cegos. Exatamente, se você achava que eles que recebiam a massagem, é exatamente o contrário. Viu só? quem pode, pode!

Balançando o esqueleto!

Camila


7 respostas para “III Caminhada Louis Braille – Sesc ativo

  • Rafaela Diógenes

    eu sempre viajei muito nessas coisas, sempre que vejo um cego andando de bengala na rua fico pensando como deve ser FODA. muito surreal como aquela bengala parece ser suficiente pra eles se locomoverem…
    e outra, tu devia ter me chamado… tava aqui fazendo nada hehe

  • maquiagembr

    eu fiquei foi com fome só de ver o lanche. sério. acabei de entrar no msn pra ver quem vai jantar comigo..
    anyway, muito legal! e, embora não tivesse taaanta gente, tinha um bucadinho, né? mas ó, propaganda é a alma do negócio. qualquer negócio. então talvez isso não seja tão divulgado quanto deveria.. mas tu já tá mudando isso, néam ;D
    muah!

    aninha.

  • sarah

    amigaa, que ótimo esse forró, todo mundo courtindooo,comendoo,lanchinho diliça!;D adorei! E tipo, realmente ninguem divulgou ne nada,não dá pra saber qual o dia do aniversario do Braille ne..então, esse lance da bengalinha é fantástico mesmo, eu sempre fico😮 quando vejo um deficiente visual atravessando a rua! sério! como é que consegue? mas cara tua atitude e tua força de vontade tão massa ó camis, continua que isso vai da certo! beijos!

  • Marília

    Essa caminhada foi mt boa e divertida! Camilinha, parabéns pela iniciativa de criar um blog pra falar sobre assuntos tão legais, mas que geralmente a galera não percebe a importância. A dificuldade que existe em se locomover com a bengala é mais uma questão de adaptação. Conheço um senhor que ficou cego depois de certa idade e que conseguiu se adaptar perfeitamente e faz tudo com autonomia. É sensacianal quando a gente começa a conviver com pessoas com deficiência(s), pois a gente começa a prestar atenção a coisas que para quem tem a deficiência faz a diferença, como por exemplo os cardápios em braille q vc falou.
    Pessoal, já tá na hora de perceber que todos devem ser tratados igualmente e que devem existir meios de incluir todo mundo, seja com ou sem deficiência.

  • DANILO Professor de Ed Física

    CAMILA, PARABÉNS PELO BLOG… NOSSA A CAMINHA LOUIS BRAILLE FOI ÓTIMA; FORRÓ, DESCONTRAÇÃO,MUITA GENTE EXTROVERTIDA,CONSCIENTIZAÇÃO, ENFIM, TUDO DE BOM. O MUNDO É DE TODOS E TODOS SÃO DO MUNDO, VIVA LOUIS BRAILLE POR INCLUIR OS VISUAIS NO MUNDO DA LITERATURA.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: