Visita à Casa da Esperança

Olá! Hoje fizemos uma visita à Casa da Esperança como foi dito que seria feito post passado.

Nessa primeira experiência de visitar um lugar e bater foto e falar e entender como funciona tudo foi um pouco complicado, mas eu tentei administrar e entender mais ou menos como tudo funciona, apesar de termos passado  tão pouco tempo por lá.

A gente foi recebida na recepção pela Cláudia, que é a educadora física do local. Ela tem um filho autista que fica lá no espaço em tempo integral. Foi muito simpática e tentou mostrar tudo explicandodireitinho.

Na segunda imagem dá pra ver que é uma oficina de arte. Na verdade o nome que tem lá chama Arte em papel, mas acabou que tem arte com argila, em tela, e aí o nome não vale mais.

Não preciso nem dizer que esse espaço é genial, onde é ótimo para eles se entreterem, colocar tudo o que sente para fora, passar o tempo, brincar de artista etc. Eles fazem tubinhos de papel para fazer cestos, garrafas e o que a imaginação e as habilidades permitirem.

É um espaço agradável, espaçoso e ninguém fica preso a uma rotina limitada e enfadonha. Como a própria Claudia falou, eles conseguem se auto-organizar de forma que fica harmônico e sem grandes pressões psicológicas, desafiadoras. Nenhum dos alunos (?) mora lá. É apenas um espaço que eles passam o dia, convivendo com similares, aprendendo, livres. É lógico que acontece de algum deles agir agressivo, se descontrolar, querer fugir, fazer algo que não seja agradável, mas não se pode ter isso como regra.

O que acontece às vezes é a pessoa autista está no canto dela e alguém incomodar e eles quererem simplesmente se livrar do problema e ficar onde eles estão, fazendo o que estiverem fazendo. Informação também da Cláudia.

Bom, mas continuando… Além do espaço que eu já falei, na primeira foto, vocês puderam perceber que tem uma oficina de música, onde eles podem cantar! Quando a gente chegou lá eles estavam relaxando no estúdio. Exatamente, eles tem um estúdio, todo acústico, com direito a ar condicionado, guitarra, piano. Muito bom. Tem deles que não falam, mas cantam. Incrível.

Tem também a serigrafia, onde eles podem criar uma arte e fazer camisetas para eles. Lógico que eles só fazem a arte, o procedimento é um outro companheiro que faz. Infelizmente não dá pra pegar o nome de todo mundo, mas tá aqui registrado!

Essa é a piscina que eles tem. Aliás, duas piscinas. Esse território é meu aliado, mas pelo o que soube não é muito usada, porque pode acontecer de aparecer uma concentração altissima de coliformes fecais dentro dela e o orçamento tá curto pra custear a manutenção de duas piscinas! Falando em custo/manutenção, eles são mantidos pelo SUS. A verba que mantém eles vem daí e muitas vezes atrase salário, por conta desse dinheiro passar antes na mão da prefeitura.. Aí chegando na prefeitura o caminho é mais longo até chegar no alvo. É uma pena não utilizarem a piscina de forma recreativa.. apesar de que alguns quando estão bem inspirados se jogam dentro dela e aí já viu…

Tem bastante espaço e eles tem bastante autonomia para ir e vir. Tem uma rotina de atividades, mas ninguém é obrigado a fazer.  Só a título de curiosidade, a Fundação surgiu quando o filho da diretora da instituição foi expulso da única escola que aceitava autistas. E aí ela disse para o cara lá da escola que ia colocar o filho dela numa escola muito melhor do que a dele. E aí ela fundou a Casa da Esperança.

Bom, eu não vou me prolongar muito por aqui, mas quem quiser mais informações sobre o local, é só entrar no site deles pelo endereço: http://www.autismobrasil.org/

Eu puxei mais o saco das atividades físicas/ lúdicas/ recreativas porque é a minha área, mas também tem fisioterapeutas, médicos, auxiliares, terapeuta ocupacional, tudo trabalhando por lá!

É isso.

Projeto de Extensão Promovendo Sorrisos + Camila + Raíssa.

Tchau!


8 respostas para “Visita à Casa da Esperança

  • Mendes Júnior

    Gostei bem mais da proporção que ganhou o tema não ficando restrito ao esporte, espero que mantenha essa linha.

  • Rafaela Diógenes

    menino, que ótimo! já vou guardar esse lugar na memória para possíveis projetos, de repente…🙂

  • sarah

    Ai que legal,e tipo é massa porque o lugar mesmo que com uma verba baixa, é bem arrumadinho,bonito e organizado! Adorei amiga, continua ai,tá ficando muito bom!

  • Raíssa - make it change!!!!!

    Ei, amai a parte “Projeto de Extensão Promovendo Sorrisos + Camila + Raíssa”. rsrsrs
    Assim que entrei lá eu disse “ai que lugar lindo, quero morar aqui”. pq realmente a Casa da Esperança é um lugar super, mega, agradável, cheio de verde, parquinho, vários lugares para fazer oficina… é muito bom!! Adorei conhecer o lugar. Mto bom. que pena nao tem espaço fisico p educador fisico agir, tendo q se coformar com refeitório, auditório e espaço de convivencia. mas nós sabemos que o fato de só tem um educador fisico já é uma vitória…🙂

  • maquiagembr

    eeeeeeeeei! que absurdo! eu tinha feito um comentário gigante aqui, não apareceu pra tu aceitar?!
    não acredito que não foi postado. que paia.

  • maquiagembr

    aparentemente tu nem precisa aceitar os comentários.. saaaaaco =/ nem lembro mais tudo que eu falei. enfim, vou ler o post mais recente e comento lá. francamente, viu.

  • Marília

    Mt massa!Qualquer dia vou lá conhecer!
    Muito bom o motivo da criação da Casa da Esperança.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: